Translate this blog

Pesquisar este blog

5.01.2009

Desemprego internacional faz retorno de executivo ao Brasil crescer 500%

Por: Financial Web

Segundo a Michael Page, alto executivo tenta no Brasil uma retomada de sua carreira, mas tempo para recolocação no mercado dobrou.

Com o agravamento da crise financeira internacional e a escassez de emprego em países desenvolvidos, aumentou o numero de executivos que estão fora do Brasil e querem voltar ao País para refazer sua carreira. Segundo levantamento realizado pela Michael Page Executive Search, braço do grupo MP especializado altos executivos, no primeiro trimestre deste ano, 90 profissionais com idade média de 43 anos do sexo masculino procuraram a consultoria para retornar ao Brasil. No mesmo período em 2008 - antes do agravamento da crise - apenas 15 tinham esse objetivo - o que mostra um avanço de 500%.

De acordo com o documento, 20% destes executivos estão nos Estados Unidos; 12% na França; 10% na Inglaterra; 30% em Portugal, Alemanha, Espanha; e 8% na África e Oriente Médio. Profissionais oriundos de outros países da América Latina somam 20%. A média etária é de 43 anos e 90% são do sexo masculino.


A maior parte é originária do cargo mais alto da empresa, sendo 40% country managens e vice-presidentes. CFOs, diretores de Marketing e Vendas e diretores de RH, Engenharia e Supply Chain somam 20% cada um.

Contudo, segundo a Michael Page, o tempo de recolocação destes profissionais aumentou de três meses para seis meses. "Embora tenham experiência e formação de primeira, as empresas que hoje estão contratando em sua maioria estão em processo de substituição. Estão em busca de profissionais que tenham rede de contatos local forte ou carteira de clientes consolidada", explicou a consultoria.
Postar um comentário