Translate this blog

Pesquisar este blog

2.04.2008

Balizas para melhores práticas de Turismo Sustentável!

Pessoal, muito se fala na sustentabilidade ambiental. Mas pouco vemos (pelo menos eu) sobre a sustentabilidade na gestão de pessoas. Quando abordo "gestão de pessoas", logo penso em carreira, sonho, nos diversos papéis que desempenhamos (pai, amigo, marido, namorado, profissional. Então nada mais natural que associar os conceitos!! Afinal uma Gestão de RH que se pretenda moderna, tem de ser pensada a longo prazo, ou seja, sustentavelmente! Seguem algumas regras básicas para Turismo Sustentável! Faça um exercício, adapte-as ao seu dia a dia!


1- Procure os serviços turísticos que valorizem as populações locais, sua cultura, economia. E que tenham procedimentos de conduta para a sustentabilidade local.

2- Nas comunidades que estiver visitando, aprenda antes sobre sua história natural e cultural e respeite os costumes locais. Procure conversar com moradores, ouvir suas histórias e contos.

3- Evite viajar para áreas populares durante a alta temporada e feriados. A baixa temporada além de ter pouca gente é mais barato. Desta forma você estará produzindo menos impacto aos atrativos.

4- Sempre se familiarize com os regulamento e costumes das áreas turísticas que estiver visitando.

5- Procure consumir produtos e artesanatos do local que estiver visitando

6- Dê preferência a empresas de serviço (hotéis, receptivos, operadoras, etc) que tiverem certificação ou que atuem sob a ótica do turismo sustentável.

7- Não remova pedaços de ruínas ou objetos históricos para levar como lembrança. Tire uma foto, compre um postal.

8- Economize água e energia nos locais que estiver visitando. É bom para o meio ambiente, é bom para todos.

9- Pesquise em revistas, livros ou pela Internet o local que for visitar antes de sua viagem. Desta forma ajuda a conhecer os costumes e a história das diversas regiões do Brasil. Desta forma melhorando o aspecto cultural de sua viagem.

10- Sempre que puder instrua com educação algum visitante que esteja com comportamento impróprio, produzindo impacto aos atrativos turísticos.

fonte www.viajemaisbrasil.com.br
Postar um comentário