Translate this blog

Pesquisar este blog

1.22.2010

Ricardo Shimosakai faz site inspection em Santos e São Vicente

Caros amigos e parceiros,

Gostaria de compartilhar com os amigos leitores e demais colegas a minha satisfação em ter recebido e acompanhado o Ricardo Shimosakai a uma inspeção sobre acessibilidade aqui em nossas queridas cidades de Santos e São Vicente, no litoral de São Paulo.

Foram dois dias bastante intensos de visitas e de cumprimento de um roteiro de visitas técnicas a atrativos turísticos, espaços públicos e também a empresas da região.

O primeiro dia, sábado, começou com uma visita ao Mendes Hotéis. Foram inspecionadas UH’s tanto da torre Plaza como da Panorama. Fomos acompanhados pela simpática Daniela, que atua na área comercial da Rede.

Seguimos à tarde para o mirante Niemeyer, em São Vicente, cidade limítrofe a Santos. A paisagem da orla é fascinante e permite uma visão belíssima da Baía de Santos, da Ilha da Santo Amaro, aonde localiza-se o município do Guarujá, e também da vizinha Praia Grande. O mirante é contemplado com uma vaga reservada logo em sua entrada e conta com passagens amplas e rampas de acesso.

Na sequência partimos para o Centro Histórico de Santos, onde passeamos no bondinho. Existe um carro de reboque que é adaptado. O último assento é retirado, dando lugar a uma cadeira de rodas no caso de haver um visitante com esta demanda.

À noite fomos conferir a programação da casa noturna Typographia Brasil, que fica, também, no Centro Histórico de Santos. A casa conta com banheiro adaptado e com um atendimento bastante atencioso para auxiliar no que for necessário. A entrada não pode ser alterada em virtude do tombamento do prédio, o que limita – mas não impede – o acesso.

No domingo iniciamos o dia com a inspeção no Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube. Bairrismos à parte, este atrativo é demais! Mesmo aos que não torcem pelo Peixe, recomendo a visita. O lugar preserva diversos momentos do futebol mundial, sobretudo dos tempos áureos do Santos. O museu tem espaços amplos e é basicamente plano, o que ajuda na mobilidade. O acesso ao gramado e aos camarotes poderá sofrer intervenções que melhorem as condições de acessibilidade no estádio, que está em constante processo de modernização.

Antes de fazermos uma parada para o almoço, visitamos a plataforma do emissário submarino de Santos. Seguimos, então, para o aMarlin Restaurante, um restaurante belíssimo localizado em São Vicente. Fomos muito bem atendidos e servidos. A vista da baía, com a Ponte Pênsil ao fundo decorando a paisagem vale a visita! A casa também conta com vaga reservada e tem acessos a cadeirantes.

Voltamos ao Centro Histórico de Santos para visitar o Museu do Café e sua cafeteria. Fomos igualmente bem atendidos. O pessoal da Bolsa Oficial do Café, aonde localiza-se o Museu, está definitivamente preparado para atender a pessoas com demandas específicas. Valeu, pessoal! Considerando tratar-se de um monumento, vejo que as adaptações foram bem conduzidas. Recomendo a visita!

Fechamos nossas atividades no Píer 1, restaurante à beira mar, na Barra de Santos... ou na Ponta da Praia, com a região mais ao Norte da Baía é mais conhecida. Outro lugar muito bonito e de qualidade superior. O atendimento é também um destaque da casa. Há uma limitação, contudo, para a circulação de cadeiras de rodas, apesar da rampa de acesso na entrada da casa.

De modo geral, acredito que nossa visita tenha sido um sucesso. O Ricardo é a pessoa mais indicada para fazer observações técnicas acerca da acessibilidade e do atendimento que recebeu aqui no litoral paulista. Espero que as impressões tenham sido positivas e que possamos desenvolver as ações que “tramamos” durante estes dois dias de intensa troca de idéias sobre Turismo, Eventos, Hotelaria, Gastronomia e Hospitalidade.

Apesar de já nos conhecermos, foi um prazer ter meu primeiro trabalho externo à frente da Assessoria de Relacionamentos do Santos e Região Convention & Visitors Bureau com este cara tão especial!

Postar um comentário