Translate this blog

Pesquisar este blog

11.10.2008

Abra espaço para a criatividade dos colaboradores

Por: Patrícia Bispo - RH.com.br

É notório que se antes o mercado de trabalho buscava somente profissionais com habilidades técnicas, hoje esse cenário mudou completamente. Ao contratar um funcionário, a realidade revela que outros aspectos são levados em consideração no processo de seleção: a prevalência de competências comportamentais como capacidade de trabalhar em equipe, lidar com situações de tensão, bom humor, entre outras. Nessa lista, inclui-se também o potencial criativo do indivíduo, uma vez que diante de tanta competitividade o colaborador geralmente depara-se com situações que exigem flexibilidade e criatividade para dar uma solução adequada a determinado momento corporativo.

Contudo, há organizações que “esbarram” em uma dúvida: como estimular a criatividade dos colaboradores? Uma empresa que encontrou a resposta foi a Service IT Solutions, que instituiu em 2007 a “Hora Lúdica” – uma iniciativa que tem como principal objetivo o desenvolvimento pessoal dos funcionários, pois é exatamente nessa oportunidade que a empresa leva à tona questões como trabalho em equipe, integração, além de promover experiências para vencer a timidez e principalmente estimular a criatividade, que torna a resolução de problemas do dia-dia ser menos complexa.

A Service IT Solutions é uma empresa especializada em consultoria e prestação de serviços na área da Tecnologia da Informação. Fundada em agosto de 1995, em Porto Alegre, a empresa se estabilizou como parceira de negócios da IBM, agregando valor às vendas de hardware, software e prestando serviços. Atualmente, com uma estrutura preparada para atender toda América Latina, a companhia possui escritórios nas cidades de Porto Alegre/RS, São Paulo/SP, Curitiba/PR, Brasília/DF e Rio de Janeiro/RJ, além de Buenos Aires, na Argentina.

De acordo com Taís Saraiva, gerente de Marketing e Recursos Humanos da Service IT Solutions, a capacidade das pessoas de criar vem quando essas estão abertas para isso. Na prática, uma vez por semana a “Hora Lúdica” convida um grupo de oito profissionais para participarem do programa, que promove um que dura uma hora. São contemplados colaboradores de setores distintos, a fim de proporcionar uma integração entre colegas que não têm muito contato no dia-a-dia. O convite é feito eletronicamente e nele é enfatizada a importância da criatividade no ambiente de trabalho.

O apoio dos gestores é de suma importância para o desenvolvimento deste programa. Eles precisam estar conscientes dos nossos objetivos para incentivar suas equipes”, afirma Taís Saraiva, ao acrescentar que após o recebimento do convite eletrônico, no dia e hora marcados, o grupo encontra-se em uma da de reuniões da empresa, onde geralmente são realizados jogos. Em todos esses encontros existe a presença de um mediador, seja um profissional de Marketing ou Recursos Humanos, para a aplicação da dinâmica.

Aplicação dos jogos - Para cada encontro do “Programa Hora Lúdica” é realizado um jogo específico. Dentre esses, destacam-se o “Jogo Academia”, onde os participantes devem dar significados às palavras, “blefando” sempre que não souberem. A atividade incentiva a criatividade, pois o participante deve, por exemplo, descrever o significado da palavra "encoquinhada", e depois todos têm que votar no significado que julgam ser o correto. E é neste momento que a integração e o divertimento vão longe, pois além dos significados criados pelos participantes serem geralmente engraçados, a cada voto que a definição tiver o "autor" ganha pontos, e isso estimula aquela competição saudável durante o jogo e a integração entre todos os participantes.

Outro jogo usado para estimular a criatividade dos colaboradores é o chamado “Imagem e Ação”, onde os participantes são divididos em dois grupos. O objetivo dessa atividade é o de acertar a palavra que o colega está representando - desenhando ou fazendo mímica. Neste jogo existe uma integração muito forte entre todos os participantes, além do trabalho em grupo com pessoas de setores distintos. Além, desses jogos, a “Hora Lúdica” promove dinâmicas de grupo que focam no desenvolvimento de competências como comunicação, trabalho em equipe e foco em resultados.

Taís Saraiva comenta que nos primeiros encontros, os participantes estavam um pouco receosos, pois não sabiam o que iria acontecer. Até mesmo no início das atividades foram observadas algumas resistências, mas no decorrer do programa os profissionais acabaram "libertando-se" e, hoje, todos adoram e se divertem bastante. “Quem já participou sempre quer voltar. Já sentimos uma resistência muito menor, pois o programa já está institucionalizado na empresa”, ressalta. Ela afirma também que essa prática, além da criatividade oportuniza o desenvolvimento de competências como comunicação e trabalho em equipe.

Avaliação do “Hora Lúdica”:Para realizar a mensuração de receptividade dos colaboradores em relação ao programa, a área de Marketing e Recursos Humanos aplica uma pesquisa de satisfação dos funcionários, onde é avalia a percepção dos participantes quanto à metodologia, ao jogo, à dinâmica aplicada e ao programa em si. O resultado obtido foi bastante positivo, pois 87,5% dos respondentes da pesquisa afirmam que estão muito satisfeitos com o programa, e 12,5%, satisfeitos. Já 78,75% dos participantes consideram muito importante participar deste programa para o desenvolvimento pessoal e profissional.

“A Hora Lúdica é um exemplo das nossas ações de endomarketing que têm custos muito baixos ou até mesmo custo zero. Não precisamos dispor de orçamentos altos para implantarmos algumas práticas, que como essa trazem resultados positivos e influenciam diretamente na satisfação e retenção de talentos”, conclui a gerente da Marketing e RH da Service IT Solutions.
Postar um comentário