Translate this blog

Pesquisar este blog

9.02.2013

PRB ingressa no governo Alckmin e promove projeto da Universal

..:: Por: Cristiane Agostine | Valor Online

O ingresso do PRB na gestão do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), ontem, foi marcado pela divulgação de um projeto ligado à Igreja Universal do Reino de Deus para o tratamento de viciados em drogas. O partido, comandado por um bispo da igreja, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Social e ficará responsável pelo programa de reabilitação de dependentes químicos, uma das principais vitrines de Alckmin.

O novo secretário da Pasta, Rogério Hamam (PRB), comandará o programa Recomeço, que prevê o pagamento mensal de R$ 1.350 a três mil famílias de viciados em drogas para custear o tratamento em clínicas privadas. Segundo Hamam, o governador pediu atenção especial a esse programa. "Alckmin foi muito enfático ao dizer que uma das principais missões [da secretaria] é a de combate ao crack", disse, depois de tomar posse, na sede do governo. "Esse não é um tema estranho ao PRB".

Lançado no começo do mês, o projeto ficou conhecido como "bolsa crack" e foi questionado pelo presidente do PRB, bispo Marcos Pereira, antes de o partido assumir a secretaria. Em texto publicado há treze dias em seu blog, Pereira disse que o programa pode ser manipulado por interesses políticos. "Os especialistas garantem que a proposta é obscura e pode fomentar um mercado de tratamento da dependência química, além de servir a interesses políticos", escreveu.

Ontem, porém, integrantes do partido aproveitaram a posse para divulgar o programa de Alckmin. O vereador da capital Jean Madeira (PRB), pastor eleito com apoio da Universal, levou jovens para promover o projeto "Juventude Contra o Crack", apoiado pela igreja e que pode receber recursos do programa estadual.

Segundo Madeira, há 70 entidades privadas conveniadas ao projeto da igreja. "Agora, com o secretário, vamos conseguir fazer essa aproximação [do governo] com as casas de recuperação", disse. Ao fim do evento, os jovens com camiseta do "Juventude Contra o Crack" posaram para fotos com cartazes do Recomeço. "Espero ter apoio do governo do Estado. Se as portas se abrirem... É como costumo dizer: se a cabeça passar, o resto do corpo passa", afirmou.

..:: Matéria completa no Valor Online
Postar um comentário