Translate this blog

Pesquisar este blog

3.19.2011

O Credo do Samurai e outros ensinamentos

Prezados leitores,

Está no ar mais uma de nossas atualizações semanais. Depois de duas semanas de intervalo voltamos com tudo, com o gás renovado. Neste intervalo publicamos algumas matérias, oportunidades de trabalho e disparamos alguns comunicados. Mantivemos o ritmo e o feedback tem sido fantástico. Muito obrigado!

Gostaria de fazer um especial comentário sobre os lamentáveis acontecimentos no Japão. Primeiro um terremoto no fundo do mar e, conseqüentemente, uma série de ondas gigantes invadindo terra firme, devastando a vida de milhares de pessoas. Sem comentar a crise energética desencadeada e os riscos de contaminação radioativa.

Sou santista de nascimento – e de coração – e desde a infância fui criado sob a égide, a filosofia japonesa. Quando criança, treinei Karatê por cinco anos aproximadamente, posteriormente ingressei na escola de Aikido (daí mais três anos).

Hoje não pratico mais estas artes marciais no tatami, mas na mente e no coração. Pratico os valores aprendidos nestes anos de dedicação. Compartilho com vocês o chamado “Credo do Samurai”, que é um dos elementos balizadores de minha conduta pessoal e o alicerce dos valores que norteiam minha empresa.
Eu não tenho pais, faço do céu e da terra meus país.
Eu não tenho casa, faço do mundo minha casa.
Eu não tenho poder divino, faço da honestidade meu poder divino.
Eu não tenho pretensões, faço da minha disciplina minha pretensão.
Eu não tenho poderes mágicos, faço da personalidade meus poderes mágicos.
Eu não tenho vida ou morte, faço das duas uma, tenho vida e morte.
Eu não tenho visão, faço da luz do trovão a minha visão.
Eu não tenho audição, faço da sensibilidade meus ouvidos.
Eu não tenho língua, faço da prontidão minha língua.
Eu não tenho leis, faço da auto-defesa minha lei.
Eu não tenho estratégia, faço do direito de matar e do direito de salvar vidas minha estratégia.
Eu não tenho projetos, faço do apego às oportunidades meus projetos.
Eu não tenho princípios, faço da adaptação a todas as circunstâncias meu princípio.
Eu não tenho táticas, faço da escassez e da abundância minha tática.
Eu não tenho talentos, faço da minha imaginação meus talentos.
Eu não tenho amigos, faço da minha mente minha única amiga.
Eu não tenho inimigos, faço do descuido meu inimigo.
Eu não tenho armadura, faço da benevolência minha armadura.
Eu não tenho castelo, faço do caráter meu castelo.
Eu não tenho espada, faço da perseverança minha espada.”
Se vocês observarem o slogan da [RH em Hospitalidade] - “A energia de uma idéia” – perceberão semelhança a uma destas frases em especial: Eu não tenho talentos, faço da minha imaginação meus talentos.


Expresso aqui meu lamento pelo povo japonês. Estou pleno de convicção de que a força desta nação os fará superar a dor e os prejuízos de toda ordem que os acomete nesse momento.

Um forte abraço!

Sucesso sempre,
Aristides Faria

Participem de nossos diversos canais: Twitter , Linked In, Orkut, FaceBook, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube e Multiply, OverStream.

Postar um comentário