Translate this blog

Pesquisar este blog

3.06.2010

Mensagem para reflexão: Um Click diferente

Por: Jerônimo Mendes

Todo ser humano tem um pouco de Michael Newman, personagem interpretado por Adam Sandler em Click, uma comédia americana. Newman é o verdadeiro workaholic estressado que dedica seu tempo exclusivamente para o trabalho para sustentar uma vida além de suas possibilidades e para acompanhar a extravagância do vizinho. Para Newman, nada na vida tem mais importância do que o trabalho.

De posse de um controle remoto que pode acelerar o tempo e, portanto, o caminho para o sucesso profissional, Newman deixa-se levar pela pressão do chefe e se entrega totalmente ao trabalho, afinal, um simples clique pode resolver todos os seus problemas. Resultado: Newman não vê os filhos crescerem, não vê a mulher separar-se dele e casar com outro nem vê o pai morrer, uma das pessoas que ele mais amava. Com o poder do clique, o mundo mudou e ele não se deu conta até o momento em que acaba hospitalizado e morto por conta de um infarto. Felizmente, Newman estava sonhando e, consciente, pode refazer o caminho, mas isso não é a realidade de milhares de profissionais ao redor do mundo.

Uma das frases mais célebres do cantor e compositor Raul Seixas dizia: "há homens que já nascem póstumos". Na época, ainda que eu me considerasse um poeta razoável - quem não foi poeta na juventude que atire a primeira pedra -, era difícil entender o significado, porém hoje isso está claro para mim: "há homens que já nascem póstumos". Profundamente verdadeiro e significativo.

Pode-se interpretar a frase de duas maneiras distintas. A primeira delas diz respeito àqueles que, apesar de todas as benesses que a vida lhe concedeu, continuam acreditando que o mundo é uma fonte de problemas, portanto, quase tudo o que lhes acontece de ruim é atribuído ao destino. Por vezes, a culpa vai para Deus e isso é uma questão delicada, portanto, nada pode resolver a situação de quem não assume a responsabilidade pelos seus próprios atos. Nesse caso, a morte é sua única esperança.

A segunda diz respeito àqueles que estão destinados a receber todas as benesses da vida, e mais um pouco ainda, pelo fato de adotarem uma postura completamente diferente. Neste grupo, apesar de todas as dificuldades que a vida possa lhes apresentar, as pessoas vivem inundadas de pensamentos positivos e com a certeza de que saúde, amigos, inteligência, fé, persistência e simplicidade são mais do que suficientes para uma vida feliz. Pessoas dessa natureza estão sujeitas a escrever seu nome na história. Sua postura jamais será esquecida e seu exemplo faz toda a diferença.

Um dos mitos mais difundidos na sociedade moderna é que todo mundo tem direito a uma vida plena de realizações - dinheiro, carros, mansões, status, cargos elevados, sucesso e outras bobagens mais. Quando todo mundo imagina que tem direito a quinze minutos de fama, isso vira uma obsessão. Geralmente, quinze minutos não são suficientes para aplacar a triste ilusão de que a fama repentina e temporária vai resolver todos os nossos problemas.
A maior de todas as verdades é que a única pessoa responsável pela sua qualidade de vida é justamente você. Ser bem-sucedido em todas as áreas da vida - pessoal, espiritual e profissional - requer uma postura capaz de assumir 100% da responsabilidade sobre o que acontece nela. Portanto, não é tão simples quanto parece. Por razões inexplicáveis, fomos condicionados a responsabilizar alguém pelas coisas ruins que nos acontecem ao longo da vida. E isso precisa ser quebrado definitivamente com todas as nossas forças.
Assim sendo, para criar a vida que tanto sonhamos, precisamos nos livrar das desculpas e mudar radicalmente nossas atitudes. Imagine que você tenha um controle remoto capaz de fazer diferente, de fazer melhor, de produzir o resultado sonhado. Quando você tem o poder de escolher conscientemente, e não com base em percepções e resultados alheios, você tem o domínio completo e absoluto da sua vida. Do contrário, você será exatamente igual ao Michael Newman, alguém sem vida, sem saúde e sem paz, apenas com a diferença triste, a diferença é que você existe e Michael Newman não existe mais.

De acordo com Janet Switzer e Jack Canfield, autores de Os Princípios do Sucesso, você tem controle apenas sobre três coisas: seus pensamentos, suas projeções e suas ações (comportamento), portanto, a maneira como controla essas áreas determina o que você vivencia. Se não estiver gostando dos resultados, mude as atitudes, mude seu foco, mude sua reação. Para obter algo diferente, é preciso agir diferente. Pense nisso e seja feliz!



Beleza & Saúde - Submarino.com.br
Postar um comentário