Translate this blog

Pesquisar este blog

3.08.2010

Dia Internacional da Mulher: O Rio e o oceano

“Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada,os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre. Mas não há outra maneira. O rio não pode voltar.

Ninguém pode voltar.

Voltar é impossível na existência. Você pode apenas ir em frente. O rio precisa se arriscar e entrar no oceano. E somente quando ele entra no oceano é que o medo
desaparece.

Porque apenas então o rio saberá que não se trata de desaparecer no oceano, mas tornar-se oceano. Por um lado é desaparecimento e por outro lado é renascimento”.


A Menina e a Mulher

Escolhi para a mensagem alusiva ao Dia Internacional da Mulher deste ano partilhar com algumas mulheres que marcaram minha vida as reflexões que derivaram deste poema. Desconheço o autor(a), mas penso que, apesar de bastante simples em suas observações, este(a) tenha sido bastante feliz.

Comparo esta ‘cena’ com a vida de uma Menina, que jamais desaparece, mas torna-se Mulher. Sem saber, ao renascer em si mesma, a Menina amadurece e dá lugar a uma Mulher, que é predestinada a transformar a vida de outras pessoas.

Há nisso um fato: bem como o profundo caminho do Rio ao Oceano, essa Mulher deixará sua impressão. Indelével. Renascida Mulher, a Menina marca. Traça um destino. Desenha um rumo. Há quem veja isso com naturalidade... Eu não.
O poeta nos faz transcender quaisquer compreensões de passado, futuro, tempo, cor ou formas; o poeta nos provoca perceber que a fusão converte o Rio em Oceano ao mesmo tempo em que os faz serem agora uma só água. É somente a partir da soma, ademais da espera ou dos caminhos, que o elemento essencial da vida funde-se em algo novo, renovado, renascido.
“Ninguém pode voltar”, mas o Rio pode lançar-se ao intangível, ao risco e acreditar que imerso na vastidão do Oceano, ele renascerá e fará de cada dia uma nova oportunidade para saborear o novo denovo. A Menina, versada em Mulher, renasce a cada manhã e pode fazer de uma trajetória passada o caminho para o novo denovo...


Dia Internacional da Mulher, 2010.

Um forte abraço!
Sucesso sempre,
Aristides Faria



Beleza & Saúde - Submarino.com.br
Postar um comentário