Translate this blog

Pesquisar este blog

9.21.2009

Quando o líder vira jardineiro, segurança...

Por: Ricardo Lacerda - Portal Amanhã

Ele é gerente geral do Praia de Belas, um dos maiores shoppings centers de Porto Alegre. Nem por isso, Sergio Zukov deixou de participar, em seus dois anos de empresa, do programa "Troca de Funções", realizado anualmente desde 2000 pela Iguatemi Empresa de Shoppings Centers (IESC) em seus 16 empreendimentos espalhados pelo Brasil. Ano passado, Zukov deixou seu confortável escritório e se fardou com macacão e máscara para ser jardineiro por 4 horas. "Tirei o terno e cortei o que parecia um mês de grama na Praça Itália", conta, rindo, ao lembrar do trabalho feito na pracinha que fica ao lado do Praia de Belas e que foi "adotada" pelo shopping.

Nesta terça-feira, dia 15, Zukov passou por mais uma experiência bem diferente da que está habituado e se tornou inspetor de segurança. "É importante para se ter uma percepção de valor do trabalho que é feito pelos outros", afirma. Além de Zukov, outros 19 executivos do Praia de Belas saíram de suas cadeiras para desempenhar as mais diferentes tarefas operacionais que o dia-a-dia de um shopping exige: limpeza, estacionamento, jardinagem, balcão de informações, circuito de câmeras de segurança e pintura, entre outros.
O objetivo é envolver o maior número possível de executivos, que são acompanhados de perto por um "sombra", apelido dado à pessoa que nos dias considerados normais faz a mesma atividade. É o caso do inspetor de segurança Paulo Lannes (na foto, à esquerda de Zukov). "Antes, eles nos dão uma orientação, mas acabam nos acompanhando, já que cada função tem sua peculiaridade", diz Zukov.
O primeiro passo dado depois que os executivos têm seu "dia de trabalho braçal" é fazer um levantamento das dificuldades existentes. "Sempre surgem sugestões interessantes, que são analisadas em uma reunião, onde se apresenta um relatório bastante simples, sem burocracia", explica Zukov. Segundo ele, algumas mudanças são implementadas até mesmo no dia seguinte à experiência. "Desde que seja algo prático, fácil de fazer. E, muitas vezes, é", destaca, rememorando "os tempos de jardineiro": "Tinha um botão nos uniformes que estava em um local inadequado e fazia com que a alça do macacão caísse a toda hora".

Zukov revela que, na reunião realizada depois da troca de funções deste ano, surgiu a ideia de realizar o movimento contrário. "Seria interessante que o pessoal do operacional tivesse a experiência de fazer também o nosso trabalho", diz.

Além do "Troca de Funções", o IESC realiza anualmente outros programas que oportunizam intercâmbio de experiências. É o caso do "Job Rotation", em que gerentes de um shopping ocupam ao longo de 10 dias funções iguais às suas em outros empreendimentos da rede. Outro programa considerado de sucesso pelo IESC é o "Study Tour", que leva executivos da rede a empreendimentos em outros países, principalmente os Estados Unidos. Neles, são feitas visitas técnicas em que é possível, até mesmo, conhecer processos internos dos shoppings estrangeiros.
Postar um comentário