Translate this blog

Pesquisar este blog

3.09.2009

Treinamento EcoEmpresarial: Aprendizagem organizacional

Por: Aristides Faria

Ao tratar de aprendizagem, fatalmente esbarramos na educação. Contudo, é preciso lembrar que aprender não é uma exclusividade dos bancos escolares ou das lições sobre ética e comportamento vindas de nossos pais. No Brasil, a educação se divide em: Educação Formal e Educação Não-formal.

Educação Formal: Há um método de ensino chamado de PBL (do inglês Problem Based Learnig), que em português é chamado de Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP). Trata-se do caminho inverso do ensino-aprendizagem, ou seja, ao invés de o facilitador transmitir informações, teorias e posteriormente analisar casos reais, problemas do quotidiano, ele parte de tais situações. Assim, o aluno passa a buscar em sua mente e conhecimentos prévios caminhos para solucionar tais questões. O instrutor, então, orienta este caminho, esta busca, chegando às teorias.

É justamente este caminho inverso que alimenta nossa imaginação, amplia nossos horizontes e provoca sensações intrigantes, pois passamos a lutar contra um problema desconhecido.

A ABP realizada na Educação Formal – aquela que acontece em escolas e universidades – assemelha-se às vivências em ambientes naturais. Duvida? Caminhar em uma trilha nunca antes visitada por você não lhe alimenta a imaginação? Remar em um estuário amplo, cercado por manguezais preservados não lhe amplia os horizontes? Visitar ruínas deixadas, por exemplo, pelos Jesuítas não lhe provoca sensações intrigantes? Percebeu a semelhança?

Educação Não-formal: Uma das modalidades de ensino pertencentes ao campo da educação não-formal é a Educação Profissional, que pode acontecer em instituições de ensino ou dentro do ambiente de trabalho. São cursos e treinamentos focados na promoção de competências e habilidades diretamente aplicáveis ao mercado de trabalho.

Quando a questão é o mundo corporativo, passamos a falar da educação profissional enquanto um meio para a (re)qualificação e aprendizagem organizacional, afinal participar de cursos e treinamentos especificamente aplicáveis ao mundo do trabalho faz-nos perceber melhor nosso entorno na empresa, incrementando assim tanto nosso desempenho técnico, quanto comportamental.

O mesmo acontece nos treinamentos ao ar livre, que são também Educação Profissional. Estas atividades nos ajudam a perceber e compreender as motivações alheias e nossas também. Lidar com o desconhecido nos aproxima dos semelhantes e tende a quebrar barreiras e preconceitos pré-estabelecidos. Aprendemos, então, mais sobre nossos colegas de trabalho, seus costumes, medos, comportamentos e motivações. Igualzinho aos dois tipos de Educação citados.

Participe você também de um treinamento empresarial ao ar livre. Está no litoral de São Paulo? Então confira aqui uma ótima opção!

PUBLICAÇÃO SIMULTÂNEA NO BLOG DA ABBTUR SÃO PAULO E NO WEBSITE OUTRO LADO DA NOTÍCIA.
Postar um comentário