Translate this blog

Pesquisar este blog

3.06.2009

Cinco toques com... Paula Nora

O blog [RH em Hospitalidade] apresenta quinzenalmente um espaço de entrevistas chamado “Cinco toques com...”. São entrevistas rápidas com pessoas do trade turístico e com profissionais de RH acerca de seu momento na carreira, as perspectivas do mercado e projetos futuros. Com a palavra, o pessoal um com o pé no mercado, atualizado com o que acontece nos diversos segmentos da Hospitalidade Comercial.

Estamos publicando em reapresentação a entrevista realizada com Paula Nora. O objetivo desta nova publicação é divulgar o livro Diálogos, lançado no final de 2008, que tem uma página de divulgação em nosso website. Trata-se de uma coletânea de artigos, que tem como autores os seguintes profissionais: Paula Nora (Org.), Bianca Pugen (Org.), Priscila Gayer, Rita Lourdes Michelin, Tamisa Ramos Vicente, Vander Valduga, Alcides Vieira Costa, Airton Negrine, Paulo Roberto Teixeira, Sandra Dall' Agnol, Carolina Campos, Aristides Faria, Susana Gastal, Marco Antonio Wink Mafra e Flávia Regina Franzoi D'Arrigo.

Aristides Faria: Estou muito contente em poder apresenta-la aqui no [RH em Hospitalidade], Paula! Seja muito bem vinda! Conte um pouco de sua trajetória profissional! Sua formação, sua experiência... Apresente-se, por favor.
I - Paula Nora: Sou Bacharel em Turismo, formada pela Universidade de Caxias do Sul (RS), Núcleo Universitário de Canela, porém, fiz uma boa parte da faculdade no Unicentro Newton Paiva em Belo Horizonte (MG). Lá trabalhei na Varig, no setor de reservas e embarque e na Flap Turismo.

De volta ao Rio Grande do Sul, fui bolsista no departamento de Eventos da UCS/Canela e Coordenadora de Eventos do Hotel Blue Tree Towers. Fui professora do curso de Turismo da Microlins e professora voluntária de português para estrangeiros em intercâmbio. Atualmente sou bolsista da UCS do Programa de Pós Graduação do Mestrado em Turismo e organizadora do livro Diálogos.

Aristides Faria: Bacana, somos parceiros já há seis meses. Nos conhecemos em Ouro Preto (MG) durante o Encontro Internacional de Gestão do Turismo. Qual a importância da participação em eventos para a vida profissional? Em nosso caso a parceria tem sido enriquecedora demais!
II - Paula Nora: Os eventos nos proporcionam conhecer pessoas interessantes, com propósitos similares aos nossos, que também têm como objetivo a disseminação do conhecimento, seja ele na mesma área de interesse do nosso ou em alguma área complementar. É o momento de “trocar figurinha”, fazer contatos, conhecer pessoas e ter uma visão mais ampla do que está sendo desenvolvido em outros lugares.

Aristides Faria
: Como você sabe, morei em Florianópolis (SC). Sentia-me um pouco deslocado do centro de negócios do Brasil, a região Sudeste. Claro que influenciado por minha naturalidade paulista. Você sente o mesmo? Quando viaja a trabalho, sente que o mercado pulsa mais aqui em nossa região? De modo geral, como o pessoal do Rio Grande do Sul vê essa questão?
III - Paula Nora: Acredito que na atualidade, em conseqüência da globalização, as regiões geradoras de conhecimento se encontram cada vez mais próximas. Quando se reduz o tempo de percurso da informação tende-se a perceber a distância entre dois pontos, como menor. Assim, acho possível estarmos, ao menos virtualmente, em contato constante com os grandes pólos do Brasil e do mundo.

Aristides Faria: Conte um pouco do Mestrado que você está concluindo, fale do livro que você está organizando! Uma experiência e tanto, não?! Compartilhe com a gente...
IV - Paula Nora: O Mestrado em Turismo está sendo minha grande escola. A graduação, com certeza, é a base que precisamos para seguir em frente. O mestrado, todavia, nos possibilita a troca de conhecimento. Deixamos o “egoísmo” de lado e passamos a perceber, com mais clareza, que o conhecimento só tem validade, realmente, quando compartilhado. Os doutores são fundamentais nesse processo. Partilham com a gente toda sua bagagem intelectual provocando debates interessantíssimos capazes de nos fazerem refletir e rever conceitos, que muitas vezes, acreditávamos serem sólidos. Para mim, o mais importante do Mestrado foi a certeza de que nada está acabado, que tudo está em plena mutação.

O livro surgiu exatamente dessa vontade de poder compartilhar o que se está produzindo e poder alcançar, por meio da leitura, público de diversas áreas. O caráter de distribuição gratuita é fundamental para que se alcance todos esses leitores em potencial. Diálogos é uma obra organizada por mim e minha parceira intelectual e grande amiga Bianca Pugen, que reúne 13 artigos de autoria de estudiosos em formação e outros já reconhecidos nacionalmente como é o caso da Dra. Susana Gastal e do Dr. Airton Negrine.

Aristides Faria: Show! Compartilhar é palavra de ordem mesmo! Que impressões você tem do mercado editorial brasileiro na área de turismo? Tem planos de investir nesse segmento? Sugere que o pessoal se aprofunde nesse mercado? Dicas, vamos lá!
V - Paula Nora: Fico feliz em perceber que, cada vez mais, as editoras nacionais se interessam pelo tema. Podemos fazer essa constatação nos Congressos Brasileiros, por meio de lançamentos mais freqüentes e com conteúdos mais sólidos. Diálogos, no entanto, foi desenvolvimento por intermédio de incentivo fiscal, através da Lei Rouanet do Ministério da Cultura.

Gostaria de aproveitar a ocasião para parabenizar todo e qualquer projeto de apoio e incentivo a cultura de um modo geral. Para os que pretendem se lançar nesse mercado, sugiro muita determinação e paciência, pois é um processo longo e metódico, como não poderia deixar de ser, mas extremamente gratificante e realizador.
Postar um comentário