Translate this blog

Pesquisar este blog

2.12.2009

Segurança no trabalho é responsabilidade de todos

Por: Leonel dos Santos*Portal Administradores

Em diferentes setores, a preocupação com a segurança no local de trabalho é crescente. As empresas monitoram e definem padrões para garantir as melhores condições dos trabalhadores em todos os processos. Em um mundo cada vez mais globalizado, no qual as fusões e aquisições são constantes, a padronização e a disseminação das informações são ferramentas fundamentais para evitar possíveis incidentes. Divulgar e conscientizar colaboradores ao redor do mundo, no entanto, não é tarefa fácil. Para ser eficaz, a campanha precisa ser constante, bem estruturada e envolver todos os funcionários, desde a equipe operacional até os gerentes e diretores.

Principalmente em multinacionais, presentes em diferentes partes do mundo e com negócios diversificados, a segurança do trabalho deve estar entre as grandes preocupações dos gestores. São eles os responsáveis pelos treinamentos, monitoramento e disseminação da cultura e dos padrões de segurança da companhia. Além disso, os gestores acompanham de perto o dia-a-dia dos trabalhadores e sabem identificar os principais pontos que precisam de maior atenção. Ou seja, o sucesso das campanhas internas também depende do comprometimento do nível gerencial.

Partindo do pressuposto que todo e qualquer acidente de trabalho pode ser evitado, as campanhas de conscientização podem combinar comunicação interna, ações de Recursos Humanos e do Departamento de Segurança do trabalho. Em empresas multinacionais, a recomendação é sempre buscar avaliar as experiências de cada país e divulga-las para outras regiões. Muitas vezes, é possível adaptar soluções para problemas comuns.

Nas ações de Segurança do Trabalho, campanhas motivacionais, inclusive com prêmios para os funcionários, exercem sempre um resultado muito positivo. É possível criar campanhas e até competições mundiais periódicas para incentivar a conscientização de procedimentos de segurança, como o uso de equipamentos de proteção individual.

A Dalkia, por exemplo, multinacional de origem francesa, lançou recentemente uma campanha nos 38 países onde atua. Ao todo, são mais de 200.000 instalações em todo o mundo. Nos últimos anos, as taxas de crescimento no quadro de funcionários foram expressivas, seja pela expansão orgânica como pelas aquisições realizadas ao redor do mundo. Na Espanha, por exemplo, nos últimos quatro anos, a empresa agregou mais de 10.000 colaboradores ao quadro de funcionários. Em plena expansão, o recebimento de novos colaboradores impõe a implantação de treinamentos adequados em matéria de qualificação, mas também de prevenção.

A campanha mundial começou em julho de 2008. Além das ações de comunicação, a empresa levou para todos os países o Troféu Segurança. O objetivo do prêmio é recompensar as equipes que aplicam todos os procedimentos de segurança e mostrar aos novos funcionários a cultura da empresa. Com todo o envolvimento dos gestores, a possibilidade de premiação incentivou a criação de equipes e o comprometimento mútuo entre os profissionais. A campanha terminará em julho de 2009. Ao longo de 12 meses, a expectativa é favorecer a conscientização dos novos funcionários e reforçar para toda a equipe interna a importância e a preocupação com a segurança.

Procedimentos corretos, campanhas bens estruturadas, gerentes comprometidos e funcionários envolvidos são a principal receita para evitar todo e qualquer incidente no local de trabalho.

* O autor é Diretor de assuntos corporativos da Dalkia Brasil
Postar um comentário