Translate this blog

Pesquisar este blog

2.23.2009

Motivar funcionários é a chave para o sucesso

Por: Pollyanna MeloPortal Administradores

“Para manter seus funcionários motivados, as companhias devem investir numa adequada e eficaz gestão de pessoas, independentemente do seu porte ou ramo de atividade”, relata o Professor Newton Ferreira, psicólogo com especialização em Orientação Profissional pelo Instituto Sedes Sapientiae.

Newton tem uma carreira consolidada na área de Recursos Humanos. Desenvolve, há sete anos, trabalho de consultoria e acredita que ações esporádicas como levar todo mundo para assistir àquele palestrante animado que “levanta até defunto” ou reunir a turma em um churrasco de final de semana. “Uma eficaz gestão de pessoas incentiva a motivação visando manter um clima organizacional saudável, propiciar oportunidades de treinamento e desenvolvimento, praticar salários e benefícios atraentes, planejar carreiras juntamente com o funcionário”, aconselha.

Para conquistar um elevado nível motivacional, torna-se fundamental a criação de canais de comunicação que incentivem participação e feedback, recomenda o consultor.

O professor explica que o comprometimento da empresa junto aos seus funcionários faz com que esta atinja objetivos mercadológicos. “Pessoas verdadeiramente motivadas podem ajudar sua empresa a produzir melhor, vender melhor, faturar melhor”, analisa.

O especialista, com sua vasta experiência em corporações de diversos, tamanhos, observou que muitas pessoas se sentem desmotivadas por acreditarem que o local em que trabalham não apresenta perspectiva de crescimento. “Motivação é sempre automotivação. Todo profissional precisa se conhecer ao ponto de poder julgar até quando compensa investir sua motivação num determinado negócio. Alguns até precisarão da ajuda de profissionais especializados para melhor orientarem suas carreiras”, esclarece.

Para obter sucesso profissional, é necessário estabelecer metas claras e atitudes positivas. O atual mercado de trabalho, competitivo e exigente, não tem espaço para gente desanimada, deprimida, desorientada. “Se um profissional não tem o privilégio de fazer o que gosta, precisa pelo menos aprender a gostar do que faz. Pendências de ordem motivacional precisam ser resolvidas o mais rapidamente possível, para que os profissionais possam investir suas melhores energias no seu projeto de trabalho”, conclui Newton.
Postar um comentário